• Publicidade

Entenda como funciona a técnica de fertilização in vitro

fertilização in vitroCom a evolução social que acontece naturalmente graças a velocidade das informações e os diálogos propostos através da internet, as pessoas se tornam mais abertas e é cada vez mais fácil conversar sobre fertilização in vitro.

E a consequência direta disso, é a naturalidade da introdução ao assunto, fator importante sobretudo para quem está começando a pensar sobre o tratamento.

Conhecendo os detalhes do procedimento e entendendo como funciona cada fase, fica mais fácil ainda compreender o potencial da fertilização in vitro para casais que desejam realizar o sonho de formar uma família, e para ajudar nesse processo, explicamos a seguir, cada uma das etapas da fertilização in vitro de maneira objetiva e simplificada.

Mas par isso, entenda o procedimento como um facilitador da fecundação e veja que é possível dividir o tratamento de fertilização in vitro em quatro etapas principais. São elas:

  • Estimulação ovariana

Na ovulação natural, o corpo feminino libera somente um óvulo. Por isso, há a necessidade da estimulação ovariana para aumentar as chances de sucesso da fertilização. Essa primeira etapa consiste na utilização de remédios que estimulam um aumento significativo da produção de óvulos.

  • Aspiração dos óvulos

Após a produção de óvulos, e acompanhado pelo equipamento de ultrassonografia, o profissional pode realizar a captação desses óvulos para de continuidade ao procedimento. Após a anestesia, os óvulos são coletados cuidadosamente com um aspirador específico.

  • Fertilização

Os óvulos colhidos são fertilizados sob o microscópio. O que facilita e muito a fertilização é que a ajuda que a ciência dá nesse período. Nessa fase os espermatozoides podem ser injetados diretamente dentro de cada um desses óvulos o que aumenta as chances de sucesso do embrião.

Os óvulos fecundados, são monitorados por alguns dias para que a equipe possa verificar o seu desenvolvimento. Os que apresentarem melhores resultados são escolhidos para o procedimento, e a os restantes são armazenados em condições ideais, para que possam ser usados pelo casal no futuro, se assim desejarem.

  • Transferência embrionária

Também com o auxílio de ultrassonografia, e de um cateter, o profissional injeta os embriões dentro do útero e recomenda um repouso imediato ao procedimento. Esse repouso é de alguns minutos, no qual a paciente deve manter a postura recomendada pelo profissional.

O período pré fertilização in vitro

Mas antes de dar início ao tratamento de fertilização propriamente dito, são realizados exames minuciosos para saber detalhes sobre o quadro geral da paciente, bem como a natureza da sua dificuldade de engravidar. Afinal de contas, existem diversos tipos de procedimentos de fertilização, e para que o sonho de ter um filho seja realizado, é preciso saber exatamente qual desses procedimentos é o mais indicado em cada caso.

Discutir sobre fertilização in vitro e buscar informações, diretamente de quem entende do assunto, é essencial. Portanto, não tenha receio de procurar um profissional o quanto antes. O tempo também pode ser um importante fator para o resultado desse procedimento, e o médico precisará dele, para ajudar a tentante a se preparar para os procedimentos.

Afinal de contas, a fertilização in vitro exige preparo, as vezes o uso de hormônios, e muitos cuidados necessários para garantir também a saúde emocional da tentante.

Adicionar a favoritos link permanente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Publicidade