• Publicidade

Conheça as causas, os sintomas, as complicações e saiba como tratar a retenção de líquidos

retenção de líquidosA retenção de líquidos (edema) é causada pelo excesso de fluidos nos tecidos do corpo, resultando no inchaço da região afetada. O sistema linfático é o responsável por drenar esses fluídos (linfa) dos tecidos e enviá-los para a corrente sanguínea. O edema ocorre então quando os fluídos não são drenados ou removidos dos tecidos.

Causas da retenção de líquidos

Há a uma série de causas e fatores que podem levar a retenção de líquidos, incluindo:

Causas comuns

  • Consumo elevado de sal;
  • Hipertensão;
  • Câncer;
  • Queimaduras;
  • Gravidez;
  • Insuficiência venosa;
  • Infecções por parasitas;
  • O uso de certos tipos de medicamentos;
  • Problemas renais.

Causas graves

Em alguns casos, a retenção de líquidos pode ser um sintoma de uma condição grave ou potencialmente fatal à saúde.

  • Insuficiência cardíaca;
  • Falência renal;
  • Doenças hepáticas;
  • Trombose venosa.

Sintomas relacionados à retenção de líquidos

A retenção de líquidos por si só pode ser considerada como um sintoma de uma série de problemas. No entanto, outros sintomas podem aparecer junto com os edemas, podendo esses ser causados por problemas mais graves.

Sintomas comuns

  • Diminuição do pelos do corpo, especialmente nas áreas afetadas;
  • Desconforto ou dor na região afetada;
  • Perda parcial dos movimentos da parte do corpo afetada pelo inchaço;
  • Alterações de pele nas regiões afetadas pelos inchaços.

Sintomas cardiovasculares

  • Tosse;
  • Dor ou pressão no tórax;
  • Fadiga;
  • Incapacidade de caminhar por distâncias mais longas;
  • Falta de ar.

Sintomas graves

Em alguns casos, a retenção de líquidos pode ser um sintoma de condições potencialmente perigosas a nossa saúde.

  • Dificuldade para respirar;
  • Incapacidade de urinar;
  • Fortes dores no peito;
  • Sensações de desmaio, podendo inclusive levar à inconsciência.

Diagnóstico

Para diagnosticar a sua condição, o médico poderá lhe fazer algumas perguntas, incluindo:

  • Quando você notou sua retenção de líquidos?
  • Em qual parte do corpo ela apareceu primeiro?
  • Você está tendo dificuldades com as atividades físicas?
  • Você está tendo algum tipo de problema para dormir?
  • Você faz algo que melhora a sua retenção de líquidos?
  • Tem algo que você faça que piora a sua retenção de líquidos?
  • Como é a sua alimentação?
  • Você está fazendo uso de algum medicamento?

Após essas possíveis perguntas, o médico pode pedir os seguintes exames:

  • Exame físico;
  • Histórico médico;
  • Exames de sangue;
  • Testes de urina;
  • Testes das funções hepáticas;
  • Testes das funções renais;
  • Raio-X do tórax;
  • Testes das funções cardíacas.

Tratamentos para a retenção de líquidos

Os tratamentos irão depender basicamente das causas, mas incluem:

  • Diuréticos;
  • Redução do uso de sal;
  • Diminuir o consumo do álcool;
  • Evitar o tabagismo;
  • Ter uma alimentação saudável;
  • Praticar exercícios físicos regularmente;
  • Mudanças na medicação ou dose, caso os medicamentos sejam as causas do problema.

Possíveis complicações da retenção de líquidos

As complicações decorrentes da retenção de líquidos dependem de sua causa e sua gravidade. Em alguns casos, pode ocorrer uma retenção moderada logo após uma refeição pesada em sal, mas essa não apresentas complicações maiores.

No entanto, a retenção de líquidos motivada por insuficiência cardíaca pode ser tão grave que os pulmões podem ser preenchidos com os fluídos, causando assim um edema pulmonar.

Falhar em procurar um tratamento adequado pode resultar em complicações sérias e danos permanentes. Uma vez que a causa é diagnosticada, é importante você seguir o tratamento para reduzir o risco de complicações mais graves, incluindo:

  • Infecções internas e ao redor da área do edema;
  • Perda de mobilidade;
  • Insuficiência cardíaca;
  • Deficiência física progressiva;
  • Parada cardiorrespiratória;
  • Úlceras e feridas na região afetada pelos inchaços;
  • Risco da propagação do câncer.

Enfim, se você pratica exercícios físicos regularmente e tem uma alimentação saudável, o risco de você sofrer com a retenção de líquidos é muito menor se comparado a uma pessoas de hábitos nada saudáveis.

O artigo foi útil para você? Comente, curta ou compartilhe.

Leia também:
Saiba o que é, os tipos e as CONSEQUÊNCIAS DA OBESIDADE
Sintomas e tratamento da infecção urinária

Sobre Galdino

Paixão por saúde e qualidade de vida. Desde 2013 buscando informações sobre a melhor maneira de se viver com mais saúde e melhor qualidade de vida. Mantenho alguns blogs com o objetivo principal de passar adiante as informações e o conhecimento que tenho adquirido ao longo desse tempo. Durante esses anos tenho "corrido" atrás de conteúdos relevantes que, de alguma forma possa me ajudar e ajudar outras pessoas a viver com mais qualidade de vida.
Adicionar a favoritos link permanente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Publicidade