• Publicidade

Dor de ouvido: Quais são as causas mais comuns e como trata-las

Dor de ouvidoDor de ouvido (otite) é um problema relativamente comum, principalmente nas crianças. Em alguns casos, uma dor de ouvido pode ser preocupante, mas na grande maioria das vezes o incômodo é causado por uma simples infecção que muitas vezes será combatida pelo próprio organismo, sem a necessidade de um tratamento.

Geralmente uma dor de ouvido melhora em poucos dias, por isso nem sempre será necessário ir ou levar seu filho ao médico. No entanto, procure ajuda médica se:

  • Você ou seu filho apresentarem outros sintomas, como febre, vômitos, dor de garganta severa, inchaço ao redor da orelha;
  • A dor de ouvido não melhorar em poucos dias;
  • A dor de ouvido estiver muito forte, difícil de suportar;
  • Houver algo preso na região interna do ouvido.

Causas comuns da dor de ouvido

Infecções do ouvido

Se uma infecção do ouvido é o motivo de sua dor, pode ocorrer a saída de um líquido aquoso ou pus da sua orelha. Infecções do ouvido geralmente não necessitam tratamento, mas em alguns casos quando a dor está presente por dias ou semanas, o médico pode indicar o uso de medicamentos. As causas mais comuns de infecção do ouvido são:

  • Infecção do ouvido externo (inflamação no tubo que liga a entrada da orelha até o tímpano);
  • Infecção do ouvido médio (inflamação atrás do tímpano).

De uma maneira geral, as infecções no ouvido são causadas por vírus ou bactérias, sendo que a infecção do ouvido externo é muitas vezes causada pelo excesso de umidade nos tubos, o que facilita a proliferação das bactérias.

Otite média com efusão (OME)

A otite (dor de ouvido) média com efusão, é o acúmulo de líquido na região interna do ouvido, que geralmente provoca alguma perda (temporária) da capacidade auditiva. A condição tende a ser indolor, mas às vezes a pressão criada pelo líquido pode ser o motivo da dor de ouvido.

Esse tipo de ocorrência normalmente é corrigida pelo próprio organismo, mas o mesmo pode demorar meses para eliminar os fluídos indevidos que ali estão. Se o problema for persistente e causar incômodos, pode ser realizado um procedimento médico simples no qual é drenado o líquido para fora do ouvido.

Danos no ouvido

A dor de ouvido pode ser causada também por alguma lesão interna, como resultado por exemplo do uso indevido do cotonete. Se você usar os cotonetes com muita frequência ou se pressionar demais o tímpano, o mesmo pode se romper.

Se isso ocorrer, prepare-se para as lágrimas, pois é o tipo de dor de ouvido das mais fortes. O corpo é capaz de recuperar a área por conta própria, assim como a cicatrização de uma ferida, porém, o tímpano pode levar até 2 meses para estar curado.

Cera de ouvido

Um acúmulo de cera pode às vezes ser o motivo da sua dor. Se você tiver um excesso de cera no seu ouvido, é possível encontrar nas farmácias medicamentos em forma de conta-gotas que uma vez aplicados no ouvido irão amolecer a cera, fazendo com que ela naturalmente seja expelida para fora.

Objeto no ouvido

Se por exemplo houver algo no ouvido do seu filho que esteja causando dor, não tente remover o objeto, pois você pode empurrá-lo mais para dentro ainda, o que poderia danificar o tímpano. Nesses casos, procure o médico o quanto antes para que o mesmo possa remover o objeto com segurança.

Inflamações na garganta

Se você está com dor ao engolir ou dor de garganta em si, sua dor de ouvido pode ser um sintoma de uma infecção na garganta, a exemplo da amigdalite (inflamação da amígdalas que geralmente é causada por uma infecção viral) ou de outras inflamações que podem tornar muito difícil o engolir até mesmo dos líquidos.

A amigdalite às vezes desaparece após alguns dias sem a necessidade do uso de antibióticos, no entanto, para alguns casos, será necessário uma consulta médica.

Problemas na mandíbula

A dor de ouvido pode ser causada por um problema com a articulação do osso da mandíbula (onde a mandíbula se conecta com o crânio). Isso é conhecido como dor da articulação temporomandibular, que pode ocorrer como resultado de problemas como artrite ou bruxismo.

Dores na mandíbula podem ser muitas vezes ser aliviadas com analgésicos ou compressas quentes e/ou frias.

Abcesso dentário

Um abcesso dentário é um “acúmulo” de pus que pode se formar nos dentes ou nas gengivas, como resultado de uma infecção bacteriana. O principal sintoma dessa condição é a dor do dente afetado, que pode ser intensa e latejante.

Entretanto, a dor pode se espalhar para o seu ouvido, nesse caso, o correto é procurar um dentista para que ele remova a fonte de infecção e drene o pus do abcesso.

A dor de ouvido é uma condição que não costuma apresentar maiores riscos. Muitas vezes o próprio corpo se encarrega de tratar a ocorrência, sendo que em algumas vezes as dores de ouvido são sintomas de outros problemas. Em casos de maior desconforto e que a dor permanece por muitos dias, o uso de antibióticos costuma ser eficaz para seu tratamento.

O que você achou do artigo? Comente, curta ou compartilhe.

Leia também:
Conheça as causas, sintomas e tratamentos para artrose
Otite: sintomas, tratamentos e causas

Sobre Galdino

Paixão por saúde e qualidade de vida. Desde 2013 buscando informações sobre a melhor maneira de se viver com mais saúde e melhor qualidade de vida. Mantenho alguns blogs com o objetivo principal de passar adiante as informações e o conhecimento que tenho adquirido ao longo desse tempo. Durante esses anos tenho "corrido" atrás de conteúdos relevantes que, de alguma forma possa me ajudar e ajudar outras pessoas a viver com mais qualidade de vida.
Adicionar a favoritos link permanente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Publicidade