• Publicidade

Como combater a Obesidade Infantil?

A obesidade se tornou uma epidemia no mundo todo, são atualmente cerca de 2,2 bilhões de pessoas com excesso de peso, sendo que deste número, mais 50 milhões referem-se à obesidade infantil.

Os dados são alarmantes e aqui no Brasil a situação não tem sido diferente, segundo dados do Ministério da Saúde, entre as crianças de 5 a 09 anos – 33,5% têm excesso de peso e, entre os adolescentes (entre 12 e 17 anos) – 33,5% têm sobrepeso e 8,4% estão obesos.

Compreendendo a Obesidade Infantil

obesidade infantilPrimeiramente, é preciso entender que a obesidade infantil é uma doença crônica – e não somente um problema estético – que pode acarretar em diversas outras doenças como doenças cardiovasculares, renais, gastrointestinais, além de ser grande influenciadora em distúrbios psicológicos e distúrbios alimentares.

Apesar de haver muita discussão sobre o tema, ainda não é possível precisar a causa da obesidade, seja ela infantil ou na fase adulta, visto que a doença pode vir a ocorrer por meio dos mais variados fatores, como por exemplo: má-nutrição, genética, disfunções hormonais ou até mesmo problemas emocionais.

No caso da obesidade infantil, as pesquisas apontam que os fatores genéticos interferem diretamente, sendo que quando pai e mãe são obesos há uma probabilidade de 80% de o filho ser obeso também. Já quando apenas um dois sofre com o problema, a probabilidade diminui para 50% e no caso de ambos estarem dentro do peso normal, esta probabilidade diminui para menos de 10%.

No caso do Brasil, podemos elencar também como um fator de relevância, a questão da mudança de hábitos alimentares que sofremos nos últimos 20 anos, no qual houve um aumento da renda per-capita e, em consequência aumentou a aquisição de alimentos prontos e processados, incluindo refrigerantes, bolos, os panificados, pratos congelados e carnes processadas.

Outro fator é a questão da estrutura familiar, onde houve uma mudança na rotina diária. Fato esse, que se deve, entre outras coisa,  a ida  das mulheres para o mercado de trabalho,o que interferiu diretamente na questão das regras e horários à mesa.

Causas da obesidade infantil

Quais os principais fatores causadores da Obesidade Infantil e como podemos combate-los?

Conforme dito, as causas de uma criança ter obesidade podem ser as mais variadas. Assim,  veremos alguns fatores que podem contribuir diretamente no desenvolvimento da doença e como podemos combate-los, são eles:

  1. Ingestão de alimentos gordurosos: não é só uma questão de quantidade, mas a qualidade dos alimentos ingeridos. Excessos de fast-food e outros alimentos gordurosos contribuem diretamente com a obesidade infantil e precisam ser substituídos. A alimentação saudável precisa fazer parte da rotina da criança, com a inserção de frutas e verduras dentro do dia-a-dia.  É importante também, que os pais sejam exemplos neste quesito, não adianta pedir para criança comer salada se os pais estão comendo lanche.
  2. Falta de atividades físicas: vivemos na era dos computadores, celulares e videogames, que tem transformado nossos jovens em pessoas sedentárias. Sabemos o quanto é difícil dosar o uso desses aparelhos, mas é importante inserir outras atividades para a criança, atualmente, existe uma variedade enorme de atividades que podem ser feitas por jovens, desde lutas, dança e esportes – alguma delas vai cair no gosto da criança. Outra boa dica é trocar o passeio de domingo no shopping, por atividades ao ar livre ou com maior movimentação, como um parque, por exemplo.
  3. Ansiedade: a ansiedade é um problema na vida da maioria das pessoas, mas  é  ainda mais presente nos adolescentes, já que é uma fase de mudança e descontrole hormonal e, pode fazer com que o  jovem desconte tudo na hora de comer. Neste sentido, a prática de atividades sempre é  bem  vinda, pois a mesma alivia essa tensão existente, além de ser um ótimo meio de promover a interação social, o que é excelente nesta idade e contribui para a diminuição da obesidade infantil.

Adicionar a favoritos link permanente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Publicidade